Total de visualizações de página

sábado, 21 de dezembro de 2013

O FLAMENGO NÃO PODE APOIAR O RETROCESSO

É lamentável, mas soube que a diretoria do Flamengo está apoiando, na eleição da CBF, que deve acontecer em abril, o atual (des)presidente José Maria Marin e seu comparsa Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol.

Uma dupla que representa o que há de mais obscuro no esporte, o retrocesso do futebol brasileiro, que já sofreu por mais de duas décadas, nas mãos do Ricardo Besteira.

A se confirmar o apoio a Marin e Marco Polo, será uma mancha na história do Flamengo, um clube que sempre foi de vanguarda, com fortes ligações com o povão e o estado democrático.

Essa dupla é sinônimo de retrocesso, de um regime arcaico do futebol brasileiro, que precisa ser mudado com a maior urgência. Não podemos mais conviver com dirigentes deste naipe.

Marin, inclusive, tem fortes ligações com a ala radical da ditadura militar e com o DOPS paulista, órgão responsável por torturar e matar muitos dos opositores do regime.

Não podemos deixar a marca Flamengo ficar unida a este homem de passado nada duvidoso.

O Flamengo é um clube que honra suas tradições e não deve, de maneira alguma, estar ligado a isso.

É inadmissível que a atual diretoria rubro-negra apoie tudo de ruim que essa atual "diretoria" da CBF e seus asseclas representam.

Já me falaram que é por causa do Kléber Leite, que teria forte influência junto aos atuais dirigentes do Fla e é muito bem relacionado com Marin e Marco Polo.

Não sei se é verdade, mas se for isso, pode ser que Kléber seja uma espécie de eminência parda ou guru dos dirigentes rubro-negros.

Se for isso mesmo, será uma pena...

Eu (e toda a Nação) não gostaria de ver o meu Flamengo de braços dados com essa "turma".

O Flamengo é grande demais para isso.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

DECEPÇÃO

Para mim foi uma decepção o Luiz Antonio acionar o Flamengo na Justiça Trabalhista, alegando atrasos de salários.

O problema não está no fato dele buscar os seus justos direitos. Isso é sagrado e ele tem mesmo que correr atrás.

Na verdade o que ele e seus advogados querem é acabar o vínculo com o Flamengo para acertarem diretamente com outros clubes, que fizeram propostas ao jogador.

Luiz Antonio sairá pela porta dos fundos
Ou seja, o Flamengo estaria sendo lesado e não ganharia nada com isso.

Uma atitude decepcionante do Luiz Antônio, a quem muito elogiei e defendi durante o ano, apesar de eu ter "apanhado" algumas vezes por isso.

Ele foi fundamental na campanha do tri da Copa do Brasil, sempre com belas exibições.

A se confirmar a saída dele pela porta dos fundos da Gávea, depois de 11 anos, a única conclusão a que poderei chegar é que ele é um tremendo mal agradecido ao Flamengo, que lhe deu suporte na sua formação como atleta, sem falar na vitrine que é jogar com o Manto Sagrado.

Pena que o Flamengo não pôde ajudar o Luiz Antonio na formação de seu caráter.

A Nação, com toda a certeza, está altamente decepcionada.

domingo, 15 de dezembro de 2013

É HOJE!

A Maquinária Editora vai lançar o livro do Tri da Copa do Brasil, escrito pelo Arthur Muhlenberg.

DA LAMA AO TRI - A virada que levou o Flamengo à conquista da Copa do Brasil 2013

O lançamento vai ser HOJE, dia 16 de dezembro, segunda-feira, a partir das 19 horas, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon.

TODO MUNDO LÁ!!!!!!!!!!

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

DEIXEM O RAFINHA EM PAZ!

Os dirigentes do Flamengo estão prestes a fazer uma grande besteira.

Querem trocar o Rafinha pelo volante Feijão, jovem revelação do Bahia.

Deixem o Rafinha em paz! Ele ainda tem muito a dar ao Flamengo.

Tenham paciência com o garoto!


Já temos volantes demais e o Rafinha está passando por um período difícil, normal para se firmar na profissão.

É preciso dar mais tempo ao Rafinha.

É um menino e ainda vai dar muitas alegrias ao torcedor flamenguista.

Sabemos como é difícil arrumar bons atacantes, que tenham qualidade.

O Hernane, por exemplo, é uma raridade, faz muitos gols, mas não tem qualidade, porém, é indispensável ao Flamengo.

O que o clube precisa fazer é um trabalho de reforço muscular. Rafinha precisa ganhar corpo.

O presidente rubro-negro precisa usar de sua autoridade. Não pode deixar essa troca acontecer, sob pena de nos arrependermos mais tarde.

Nada de precipitação! 

sábado, 7 de dezembro de 2013

A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR

Num jogo em que nada valia e que teve uma bela festa das torcidas de Flamengo e Cruzeiro, os campeões nacionais do ano, o destaque ficou para o nosso goleiro estreante.

César, o melhor em campo
Atuando pela primeira vez no time profissional rubro-negro, o jovem César, de apenas 21 anos, acabou salvando o Flamengo de uma derrota, com defesas magníficas.

Uma delas, no primeiro tempo, foi uma das mais maravilhosas e difíceis que vi em minha vida. César, numa reação explosiva, foi buscar no cantinho uma bola que, para todos, já era gol certo.

Me lembrou, inclusive, uma defesa do goleiro Gordon Banks, na Copa de 1970, ao impedir um gol de cabeça de Pelé, no confronto entre Brasil e Inglaterra.Veja no link.


Vamos ser justos e dar a César o que é de César: o menino foi o melhor em campo logo na sua estreia. 

Isso não é para qualquer um e nos deixa tranquilos para a posição de goleiro pelo menos pelos próximos dez anos.

Quem acompanha um pouco as divisões de base do Fla, sabe que César já vem se destacando há alguns anos, sendo campeão da Copinha São Paulo e Mundial pela Seleção Brasileira Sub 20, dentre os muitos títulos já conquistados.

No final, o empate em 1 x 1 coroou um jogo de "compadres", onde Flamengo e Cruzeiro trocaram faixas de campeões antes da partida.

Paulinho vinha se destacando, até se machucar. Depois que ele saiu o Flamengo não levou mais nenhum perigo verdadeiro aos cruzeirenses.

Agora os jogadores vão curtir as férias e a torcida já começa a contagem regressiva para ver o Mengão de novo em campo, em 2014.

Esperamos que com uma equipe bem melhor, um elenco digno do Flamengo.

Não queremos mais ver uma participação no Brasileirão tão pífia quanto a deste ano, quando o time somou míseros 49 pontinhos...

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

2014 JÁ COMEÇOU

Isso mesmo, galera!

Desde que o Mengão conquistou o tri da Copa do Brasil, 2013, que prometia ser um dos piores anos da história rubro-negra, já acabou.

2014 começou!

Jayme tem visão
Jayme de Almeida fica e já assinou seu contrato de técnico efetivo, por dois anos.

Leonardo Moura vai renovar por mais um ano. Mesmo assim, não dá para ficarmos apenas com ele de lateral direito. Digão não conta e deve ser dispensado.

A permanência de Paulinho, o único dos quatro "caipiras" contratados que deu certo, não deve ser um grande problema.

Ele tem um contrato de empréstimo até o fim de maio, mas o Flamengo pretende pagar logo ao XV de Piracicaba o passe do jogador, que está estipulado em R$ 1 milhão.

Como já tem muito clube do Brasil e do exterior em cima do Paulinho, o Fla está com um bom contrato de dois anos prontinho para ele assinar.

O futuro de Elias é que ainda não está definido. Ele e a família querem ficar no Rio, mas Corinthians, Internacional e Palmeiras prometem atrapalhar bastante.

Para acertar tudo com o Sporting de Portugal, dono do passe de Elias, devemos perder o Luiz Antonio. Uma pena, pois, nos últimos anos, foi um dos poucos talentos de nossa base que conseguiu se firmar no time de profissionais.

Hernane Brocador tem sido sondado por times europeus, mas deve ficar.

Informações dão conta de que Adryan será dispensado. Eu acho que é uma grande bobagem. É preciso dar mais tempo ao garoto.

O mesmo tempo que deram ao Carlos Eduardo, que, aliás, deveria ir embora logo.

Poderia dar o braço ao Marcelo Moreno, que será devolvido ao Grêmio.

E quem vem? 

Teremos contratações de peso?

Uma coisa é certa: com esse nosso elenco fraco e reduzido, não dá para encarar uma Libertadores.

Precisamos ter mais jogadores e de qualidade. 

Todos adoram encher a boca para dizer que a nossa diretoria é formada por grandes empresários e executivos de sucesso.

Assim sendo, eles sabem, mais que qualquer um, que é preciso investir para faturar.

O Flamengo deve muito? Sabemos que deve.

Só que se não gastar, ou melhor, investir, de nada adiantará termos nos classificado para a Libertadores.

É o tipo de campeonato onde se ganha mais a cada fase que se passa e quem chega na final fatura muito.

O campeão, então, nem se fala... 

Só de premiação são quase R$ 10 milhões, sem falar em bilheterias.

Repito: é bom o Flamengo investir, para ter um bom ano de 2014.

A torcida exige o título da Libertadores, que não ganhamos desde 1981. É muito tempo...

Não pensem os nossos cartolas que todo ano daremos a sorte que demos em 2013, onde um time xexelento cresceu de repente e virou campeão do Brasil.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

A CHARGE DEFINE TUDO

A charge abaixo é do meu camarada VINICIUS.

Ele conseguiu sintetizar, numa simples imagem, o que a maioria da torcida do Flamengo vê no Carlos Eduardo.

NADA...


VINICIUS nasceu em Nova Friburgo, em 24 de dezembro de 1973. Claro que é flamenguista. O único numa família em que o pai é Vasco e a mãe é Fluminense, além de duas irmãs que puxaram o saco dos pais, sendo uma tricolor e a outra vascaína, infelizmente !

Começou a carreira em 1993, quando publicou sua primeira charge, que era do ex-governador do Rio de Janeiro, Marcello Alencar, no extinto jornal Sete Dias, de Niterói. 

Depois disso, teve trabalhos publicados no Jornal dos Sports, O Fluminense, Revista Ele & Ela, Jornal Vencer e Jornal O São Gonçalo, onde foi titular da primeira página por 10 anos.

Fez três exposições individuais: no Maracanã. A primeira em 2001, intitulada " Imortais do Futebol ". Depois, no Fluminense Football Club, em 2002, " Heróis do Centenário ". A terceira foi no Clube de Regatas do Flamengo, em 2005, intitulada " Imortais da Nação ".  

Em parceria com Gustavo Roman, elaborou o projeto sobre a biografia do ex- jogador Leandro, um dos mais brilhantes atletas da geração mais vitoriosa do Flamengo, que percorreu toda a década de 80. Está preparando o  livro "100 Curiosidades das Copas do Mundo ", da Maquinária Editora,  fazendo dobradinha novamente com o Gustavo. 

Acaba de ilustrar o livro "Da Lama ao Tri", do Arthur Muhlenberg, sobre a trajetória do Flamengo na Copa do Brasil deste ano, que será lançado antes do Natal, pela Maquinária Editora. 

Em suma: o VINICIUS é fera!

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

O LIVRO DO TRI

É isso aí, Mulambada!

A Maquinária Editora vai lançar o livro do Tri da Copa do Brasil, escrito pelo Arthur Muhlenberg.

DA LAMA AO TRI - A virada que levou o Flamengo à conquista da Copa do Brasil 2013

O lançamento vai ser dia 16 de dezembro, segunda-feira, a partir das 19 horas, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon.

domingo, 1 de dezembro de 2013

JOGO DA RESSACA

Devido à ressaca da conquista do Tri da Copa do Brasil, eu até já esperava uma derrota para o Vitória. 

Apesar de metade do time ser reserva, eu não contava que fosse por 4 x 2.

Acho que nossos jogadores exageraram no relaxamento (até natural) depois do desgaste de quarta-feira passada.

Na verdade, o Flamengo (e até a torcida) entrou de férias depois de massacrar o Atlético Paranaense.

Agora só nos resta cumprir tabela diante do Cruzeiro.

2014 já começou.

Falaremos sobre isso amanhã.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

ECOS DE UMA CONQUISTA

Passada a ressaca cívica do tri da Copa do Brasil, passo a vocês alguns fatos dos bastidores da final, que não foram divulgados como se deveria pela grande imprensa.

Conversando com Fábio Luciano, antes do jogo, perguntei a sua opinião sobre o Samir. Resposta do "xerife": "Esse está pronto. Com essa idade, não tremeu com a camisa do Flamengo e ainda dá bronca nos companheiros. Não é qualquer um que segura essa onda".

Também antes do jogo, muito se falava sobre as perdas que o Flamengo poderá ter. Os "experts" dizem que já estariam negociados Luiz Antonio, Hernane e Paulo Victor. Samir já teria proposta de um time espanhol.

Outra especulação era a saída (quem dera) de Pelaipe e a contratação do Leonardo para o cargo.

Depois do jogo, a torcida gritava: "Fica, Elias!"

Outro grito forte foi: "Mano Menezes, vai se fuder, o Flamengo não precisa de você".

Não sei porque tanta revolta da torcida contra o Mano. 

Deveriam estar agradecidos por ele ser um completo imbecil e incompetente. 

Um técnico que admite que não conseguiu passar aos jogadores "o que pensa sobre futebol", está passando um atestado de incompetência. Ou não está?

Eu não sou ingrato. Sou muito agradecido ao amarelão Mano Menezes.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

CARTA DE UM DESPORTISTA TRICOLOR

Vejam a carta que recebi de Eduardo Coelho, um tricolor fanático, além de ser um desportista lúcido e educado. Foi muito gentil com toda a Nação. Muito obrigado, Eduardo!

Prezado Paschoal,
Aproveito, dentro da minha condição de tricolor apaixonado, para parabenizá-lo pela grande conquista rubro-negra na noite de hoje. O
Flamengo fez uma bela campanha. Mereceu o título incontestavelmente!
Assisti ao jogo. Jogo nervoso. Tenso. Mas, o Flamengo soube administrar a vantagem obtida no Paraná. Mesmo sem ter visto muitos jogos do Flamengo por causa da intensidade da política tricolor neste ano, venho apreciando o futebol do jovem Elias. Muito bom jogador. E tem sido decisivo.
Fico muito feliz em ver um técnico como o Jaime, com as suas raízes no clube, obtendo sucesso em sua carreira. Muito bom. Ele merece. Jaime é um nome do futebol da minha infância. Mesmo sendo do time adversário, ele fez parte de alguns dos meus álbuns de figurinhas. Homem leal que perseverou e merece mais do que ninguém esta histórica conquista.
Um dia desses assisti uma cena na TV bem legal. Numa vitória do Flamengo, Jaime sendo festejado por seu neto. Fantástico! Essas são as coisas emocionantes que o futebol nos proporciona. Independente das
cores das nossas camisas.
Parabéns mais uma vez!
Um abraço fraterno,
Eduardo Coelho

DEIXA PRA AMANHÃ


CHEGUEI AGORA DO MARACA (É NOSSO!).

TÔ ROUCO E NÃO DÁ PARA FALAR AGORA.

DEIXA PRA AMANHÃ, OK?

PARABÉNS À NAÇÃO!!!!!!!!


Elias abriu o placar com um toque de categoria
Luiz Antonio, o melhor em campo
Hernane fez o segundo e foi o
artilheiro da Copa do Brasil, com 8 gols
Paulinho, o incansável gigante




terça-feira, 26 de novembro de 2013

QUERO VER A "BRISA" SEGURAR O MENGÃO

Amanhã é dia de TRI!

É dia do míssil rubro-negro!

Dá-lhe, dá-lhe, dá-lhe, ÔÔÔ!!!!!!!

Duvido que haja qualquer jogador do Flamengo de moleza em campo!

P.S.: O Caduzzz Pelaipe é café com leite e não conta, ok?



domingo, 24 de novembro de 2013

TIME GRANDE NÃO CAI

Bem, demorou, mas ficou provado, mais uma vez, que time grande não cai para a Segundona do Brasileirão.

Com a vitória deste domingo em cima dos Gambás, por 1 x 0, o Flamengo confirma (para quem não acreditava), mesmo que tardiamente, a sua condição de verdadeiro e único gigante do futebol brasileiro.

Paulinho comemora seu golaço
Por mais incrível que possa parecer, quem nos deu a vitória foi o Paulinho, um cara que não sabe chutar em gol e acabou marcando um golaço de fora da área. Coisas do futebol...

Mesmo com a ajudinha do goleiro corintiano, foi um belo gol.

Depois de abrir o placar, o Flamengo decidiu não se desgastar, pensando na final da Copa do Brasil, na quarta-feira.

Quase fomos punidos por esta decisão (errada, na minha opinião) de segurar o resultado.

Nos cinco minutos finais do jogo, o Corinthians quase empatou o jogo, não fossem duas grandes defesas do goleiro Felipe.

Bem, cumprido o nosso (fraco) papel no Brasileirão, agora é hora de voltar as baterias para o Atlético Paranaense.

Espero que o Hernane volte a jogar bem, pois não fez nada em campo.

Sinceramente, eu não queria estar do lado da torcida visitante. 

Pra variar, a mulambada vai dar um show nas arquibancadas do Maraca (é nosso!).

sábado, 23 de novembro de 2013

NÃO ESQUECER DO BRASILEIRÃO

Vamos dar uma paradinha com essa empolgação da Copa do Brasil.

Tudo bem que podemos ser campeões, num ano em que tudo se encaminhava para a vergonha total, mas não podemos esquecer que ainda corremos riscos matemáticos de cair para a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

É preciso ficar atento.

As chances são remotas? São, mas pra que dar moleza?

Nada de esquecer o Brasileirão!

O técnico Jayme de Almeida optou por não poupar o time titular (faz ele muito bem), domingo, contra o Corinthians,. no Maracanã, mas será obrigado a fazer três mudanças.

O jovem Samir comemora um gol do Brocador
A primeira é na zaga, já que Chicão se contundiu. O que não representa nenhum problema, já que o garoto Samir tem jogado muito e está cheio de moral. Até parece um veterano. Na verdade, prefiro ele ao Big Chico.

Na lateral-esquerda, com toda a sinceridade, não vejo muita diferença entre o machucado André Santos e seu substituto, João Paulo, a quem muito critiquei. Mas sou obrigado a admitir que o João Paulo melhorou demais seu futebol. Acredito que, no começo, tremeu com a camisa do Mengão.

Problema mesmo vai ser Diego Silva "Wallim", um volante em quem não confio nem um pouco, no lugar de Luiz Antonio, suspenso por cartão amarelo. 

Bem, como teremos Amaral ali por perto, pode ser que fique tudo bem.

Precisamos desta vitória sobre os Gambás, para alcançarmos os 46 pontos e ficarmos livres de vez do perigo de rebaixamento.

Então, todo mundo no Maraca, empurrando o time!

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

PODIA SER MELHOR

O empate com gols, na primeira partida decisiva da Copa do Brasil, contra o Atlético Paranaense, em Curitiba, não foi um resultado ruim, mas podia ser melhor.

Tá certo que o Flamengo perdeu algumas oportunidades, principalmente no segundo tempo, e tivemos que nos contentar com o 1 x 1.

Uma vitória era possível e seria, é claro, o ideal. Mas não deu.

Os caras abriram o placar com um belo e forte chute de fora da área, num momento de apagão geral da defesa rubro-negra. Falharam Chicão, Wallace, Amaral e Luiz Antonio.

O nosso empate foi num gol quase igual, quando Amaral, um dos melhores em campo, soltou um foguete de longe, indefensável. 

As trancinhas de Amaral deram sorte
Na comemoração, o próprio Amaral (de tranças, no melhor estilo Vagner Love) apontou para Felipe, querendo dizer que estava se redimindo por também ter falhado no gol adversário. Foi o primeiro gol de nosso cão de guarda com o Manto Sagrado.

O técnico Jayme de Almeida foi obrigado a fazer duas substituições ainda no primeiro tempo, por contusões de Chicão e André Santos. O menino Samir e João Paulo entraram muito bem.

Aliás, Samir e Wallace formam a melhor dupla de zaga do Flamengo hoje em dia. Jogaram demais!

Luiz Antonio foi muito bem no primeiro tempo e fez um monte de bobagens no segundo.

Paulinho foi o contrário. Não jogou nada na primeira hora de jogo. Na última meia hora resolveu finalmente entrar em campo. Não foi brilhante, mas ajudou bastante a segurar a bola no ataque.

Elias esteve apagadinho...

Hernane, pra variar, não fez gol fora do Maracanã. Tomara que na semana que vem tenhamos o verdadeiro Brocador em campo.

No finalzinho da partida, Jayme resolveu completar o time, tirando Carlos Eduardo "Pelaipe" e colocando o fraco volante Diego Silva "Wallim".

Diego Silva pode ser ruim, mas tem muita vontade de acertar e se dedica em campo, ao contrário do Caduzzz.

Para o jogo da volta, no Maracanã, já entramos em campo campeões, pois o empate sem gols é nosso.

Os paranaenses precisam de um empate de pelo menos 2 x 2 ou a vitória. 1 x 1 vai para os pênatis.

Agora, uma coisa está bem clara para mim: o Jayme precisa fazer o time jogar melhor, pois o Atlético é um adversário perigoso e nem sempre podemos ficar contando com a sorte.

O Flamengo fez o mínimo que se esperava dele. 

A vantagem é pequena, mas é uma vantagem.

No Maraca (é nosso!), empurrado por pelo menos 50 mil fanáticos mulambos, o Flamengo tem tudo para sair com a taça debaixo dos braços e guardar lá na Gávea!

terça-feira, 19 de novembro de 2013

SÓ NO SAPATINHO

Por enquanto, nada a declarar.

Torcer apenas para o Jayme ter sabedoria e os jogadores se dedicarem em campo, com a raça que se espera de um atleta rubro-negro.

De resto, vou ficar só no sapatinho.

domingo, 17 de novembro de 2013

DERROTA MEIO ESPERADA

Perder para o Grêmio por 2 x 1, em Porto Alegre, foi uma derrota meio esperada.

O Flamengo entrou em campo com um time totalmente reserva e desentrosado.

Para piorar, Val, Bruninho, Nixon e Gabriel, estavam mal demais.

No primeiro tempo até que o time rubro-negro se fechou bem na defesa.

O menino Samir foi o melhor do Flamengo e se mostrou um xerife na defesa.

Surpreendentemente, quase conseguimos o empate, com aquele gol "acidental" do João Paulo.

Só que, pra variar, os jogadores relaxaram, ninguém marcou e os gaúchos fizeram o segundo.

Paulo Victor falhou nos dois gols. No primeiro pulou atrasado na bola. No segundo, estava adiantado e mal posicionado.

Na verdade, até os reservas estão com a cabeça na final da Copa do Brasil.

Que ela venha logo e que o Mengão seja campeão.

Assim poderemos nos concentrar em não cair no Brasileirão.

O risco é pequeno, mas ainda existe.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

O BROXADOR

O Hernane é o artilheiro do Flamengo e do Brasil, na temporada, com 33 gols.

Hernane é o artilheiro do New Maracanã, com 16 gols.

Hernane é o artilheiro do Fla no Campeonato Brasileiro, com 14 gols.

Por isso ele é o Brocador, novo ídolo da torcida!

Só que, fora do Maracanã, o Brocador vira... o Broxador...

Hernane, o artilheiro do Brasil
Dos 14 gols que marcou neste Brasileirão, só dois foram fora do Maraca.

Um no dia 18 de junho, na quinta rodada, na vitória por 3 x 0 sobre o Criciúma, no Estádio Heriberto Hulse.

E o último foi no Estádio Mané Garrincha, no dia 6 de outubro, quando empatamos com o Vasco em 1 x 1.

Será que ele está "emacumbado"? 

Seria olho grande?

Domingo, diante do Grêmio, em Porto Alegre, vamos ver se o Hernane consegue afastar essa uruca.

Dá-lhe Brocador!

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

OUTRO JOGUINHO RUIM

Eu já havia sugerido aqui, em outro post: jogador que não está a fim de jogar, pede pra sair.

Se bem que a obrigação do jogador de futebol, que ganha um ótimo salário, é participar dos jogos, mesmo quando ele não tem a importância que o atleta acredita ter.

Perdemos para o São Paulo por 2 x 0 porque o Flamengo entrou em campo com um monte de Carlos Eduardos.

André Santos estava muito mal e só
foi melhor que o Carlos Eduardo
Paulinho, Elias, Luís Antônio e André Santos, que mais parecia um bailarino e deu um gol de bandeja para o São Paulo, não queriam nada com a bola.

Com isso, Hernane ficou lá na frente, brigando sozinho, com a sua costumeira falta de habilidade e errando passes em profusão. 

Claro! Não é a dele! O negócio de nosso artilheiro é finalizar e não voltar para buscar jogo.

Quase ninguém estava ligado na partida. No primeiro tempo, apenas um chute a gol, com Leonardo Moura. E só não levamos gol graças a duas belas defesas de Paulo Victor.

Esperamos muito atrás, enquanto o São Paulo marcava a nossa saída de bola.

Os Bambis queriam ganhar, apesar de não estarem jogando muito bem.

Mas com o Flamengo disperso, sem vontade, a tarefa dos adversários ficou facilitada.

Faltam quatro jogos para terminar o Brasileirão e, domingo, enfrentamos o Grêmio, em Porto Alegre.

Na quarta-feira seguinte,começa a guerra, com o primeiro jogo final da Copa do Brasil, diante do Atlético Paranaense, em Curitiba.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

O MENGÃO NO CARIOCA 2014

Acabo de chegar da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, onde acompanhei a reunião do Conselho Arbitral, que definiu a tabela do Campeonato Carioca 2014.

Quem você acha que foi representar o Flamengo?

Wallim Vasconcelos, vice de futebol? Não! Esse nunca aparece...

Paulo Pelaipe, executivo de futebol? Não!

Bem, então foi o presidente Eduardo Bandeira de Melo? Também não!

Estes não entendem de futebol, por isso não foram.

Quem foi representar o Flamengo foi o vice de relações externas, Plínio Serpa Pinto, acompanhado do advogado Michel Assef Filho.

Bem, vamos ao que interessa, que é a tabela do Cariocão 2014, que começa dia 18 de janeiro e termina em 13 de abril.

A fórmula de disputa foi mudada. Os dezesseis clubes se enfrentarão em turno único, todos contra todos, em quinze rodadas.

Os 4 primeiros colocados farão as semifinais, em apenas um jogo.

A final será disputada em dois jogos.

Vamos ao jogos do Mengão:

1a. Rodada - Flamengo x Audax Rio
2a. Rodada - Volta Redonda x Flamengo
3a. Rodada - Flamengo x Duque de Caxias
4a. Rodada - Friburguense x Flamengo
5a. Rodada - Flamengo x Macaé
6a. Rodada - Boavista x Flamengo
7a. Rodada - Flamengo x Fluminense
8a. Rodada - Vasco x Flamengo
9a. Rodada - Flamengo x Madureira
10a. Rodada - Resende x Flamengo
11a. Rodada - Flamengo x Nova Iguaçu
12a. Rodada - Bonsucesso x Flamengo
13a. Rodada - Botafogo x Flamengo
14a. Rodada - Flamengo x Bangu
15a. Rodada - Flamengo x Cabofriense

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

VAI, CADUZZZ!

O irritante Carlos Eduardo deu entrevista ao jornal Extra, onde reclamou das vaias que anda recebendo da torcida do Flamengo.

Disse o sonolento "jogador":

Caduzzz é um a menos em campo
"Sei que não estou no meu melhor nível. Ninguém sabe o que eu passei com a minha contusão no joelho. Foram dois anos praticamente sem tocar na bola. Os piores momentos da minha vida profissional. Não sabia nem se voltaria a jogar. Não quero mais passar por humilhação. Não posso errar duas, três bolas que a torcida cai em cima. Estou ajudando a equipe. Não estou de sacanagem. Sou legal, querido no grupo. A torcida tem o direito de cobrar, claro, mas tenho que pensar na minha vida. Tem clubes interessados em mim, no Brasil e na Europa. Depois, eu penso no futuro. Tenho personalidade para receber isso. Se fosse outro jovem, talvez não suportasse, não desse conta".

É uma pena que um talento como ele tenha sofrido uma lesão tão grave a ponto de prejudicar assim a sua carreira.

Mas que bom, Caduzzz, que tem clube interessado em você! Vai correndo!

Eu já escrevi aqui que o Carlos Eduardo é igual pinguim de geladeira: um personagem simpático, mas que não serve para nada, fica ali, paradão...

Também sei que os demais jogadores gostam dele. Sei que é um cara parceiro, que dá boas festas e é muito legal.

Só que não dá mais para ficar no Flamengo.

Pode até ser que o Carlos Eduardo venha a ser o herói e marcar o gol do título do Flamengo na Copa do Brasil (tomara!).

Só que isso não vai mudar nada.

Ele continuará sendo menos um dentro de campo.

Ah... Esqueci de dizer que na entrevista ele ainda falou que os pais dele sofrem com as vaias que recebe e que ele acerta 87% dos passes.

Melhor sofrer os pais dele (duas pessoas) ou os 40 milhões de torcedores do Flamengo?

É muito fácil ter um índice tão alto de passes certos, quando só passa a bola para trás e à curta distância.

Vai dormir, Caduzzz!

O que não dá para entender é a insistência do Jayme de Almeida em escalar este rapaz.

A impressão que dá é que tem alguma ordem de cima, para ajudar o empresário do jogador.

sábado, 9 de novembro de 2013

QUEM NÃO ESTÁ A FIM, AVISA LOGO...

É o seguinte: o papo é reto!

Quem não está a fim de jogar no time misto do Flamengo, que avise logo.

Empatamos em 1 x 1 com o Goiás, quando poderíamos ter vencido fácil, já que eles tiveram um jogador expulso ainda no primeiro tempo.

Com a vantagem numérica e o evidente cansaço dos adversários, o Mengão poderia ter resolvido logo de vez a questão do rebaixamento no Campeonato Brasileiro e focar apenas na final da Copa do Brasil, contra o Atlético Paranaense.

Ficou evidente que Paulinho, André Santos e Luiz Antonio se pouparam diante do Goiás. Não queriam nada com a bola.

Pô, não tá a fim de jogar, prefere se poupar para as decisões, avisa logo ao Jayme de Almeida!

Se bem que é um absurdo, pois são jogadores profissionais, muito bem pagos e têm a obrigação de se dedicar ao máximo.

Dois pontos desperdiçados...

O Jayme poderia se dar ao luxo de escalar apenas reservas e garotos, daqui em diante.

Só que o Flamengo ainda precisa de um ou dois míseros pontinhos para não ter o menor risco de uma queda para a Segundona.

Obviamente que não cairemos, mas não custa nada garantir logo, na matemática.

O Adryan entrou bem no time e ainda deu um ótimo passe para o Paulinho, que achou o Hernane Brocador livre para tocar na saída do goleiro.

O Rafinha vem melhorando a cada jogo e também mostrou serviço no segundo tempo.

Quarta-feira, em Itu, o Flamengo enfrenta o São Paulo e Jayme deve poupar praticamente o time inteiro.

Temos que nos concentrar na grande final!